sábado, 5 de dezembro de 2009

Pequeno relato de visita a São José do Norte



Cada vez que venho a Rio Grande, me apaixono mais pela minha área do saber humano, a História.
Esta regra também se aplica a uma cidade bem próxima, chamada São José do Norte, a qual já tive a oportunidade de visitar uma outra vez, onde apenas passei pelo seu centro e acabei por fazer um rápido lanche no restaurante Brisa Mar.
Agora, com um passeio mais direcionado e após uma rápida mas valiosa pesquisa no site da cidade, peguei os endereços dos pontos turísticos históricos e fui conferir como anda o tratamento do Patrimônio histórico e cultural da cidade de São José do Norte.

O primeiro local que pude avistar foi o busto do Almirante Tamandaré, também conhecido como Joaquim Marques Lisboa, nascido em Rio Grande e que foi um grande combatente em inúmeras guerras, sendo a mais importante a do Paraguai. Hoje é considerado o patrono da Marinha de Guerra do Brasil.



Após fui a procura da Biblioteca Municipal Delfina da Cunha, localizado na Rua 16 de Julho, número 369. Está estava infelizmente fechada.

Na sequencia me defrontei com três locais importantes, a Igreja Matriz, que passou vinte anos em construção, do ano de 1840-60 e conta com um claro estilo neoclássico/barroco e o altar construído em madeira talhada. No dia 2 de fevereiro é realizado a maior festa religiosa em louvor a Nossa Senhora dos Navegantes. Esta foto tirei diretamente do outro lado da rua, na Praça Intendente Francisco José Pereira, a Praça da Matriz.



Minha próxima parada foi o busto de Garibaldi, combatente da guerra Farroupilha ao qual dispensa maiores apresentações.




Minha ultima parada fica com a nota lamentável do dia. O museu histórico Farroupilha, local com peças raríssimas e documentos de inestimável valor, está fechado por tempo indeterminado, segundo um
um único voluntário, estudante de Turismo que disse que o museu agora dependia de caridade da comunidade para se manter. "As peças do museu resgatam a história da Revolução Farroupilha que, em São José do Norte, o conflito aconteceu em 16 de julho de 1840. Existe em exposição uma cadeira usada por D. Pedro II em 1845, quando esteve na cidade."(site da cidade -http://www.saojosedonorte-rs.com.br/museu.html). Um museu tão importante com as portas fechadas preocupa muito este simples estudante de História, que esperava um pouco mais de carinho com a memória desta cidade



Por fim, deixei outros dois pontos restantes, estes são:
Solar dos Imperadores - É um dos sobradões mais típicos e admirados, construído em 1800, onde se hospedaram D. Pedro I em 1826 e D. Pedro II em 1845. Este acabei não conferindo, porque minha barca estava para sair. Mas, está me intriga muito e numa próxima oportunidade vou desenvolver sobre a mesma.


Prédio da Intendencia - antiga prefeitura de São José do Norte, foi construído em 1898, atualmente está tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional e em processo de reforma. Está localizado na frente da nova sede e o seu restauro ainda é muito preliminar, parece ainda que a obra está parada a tempos. Acabei por não registrar uma foto, esperando um dia poder contemplar os leitores deste blog com a imagem do prédio restaurado.

2 comentários:

  1. O seu blog como sempre é show de bola!

    Meu blog está concorrendo ao prêmio TopBlog 2010. Conto com o seu voto no link abaixo!

    http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=busca&c_b=116942

    Abraços,

    Prof. Adinalzir Pereira
    http://saibahistoria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, meu blog está no 2º turno do prêmio TopBlog 2010. Clique e deixe o seu voto http://migre.me/1xmPf

    Muito obrigado!

    ResponderExcluir